Minimalismo e Essencialismo

em

Minha jornada pelo minimalismo e o essencialismo começou em 2013. Me desapeguei de muita coisa, mais ainda tinha muitas outras para me desfazer, então fui fazendo aos poucos. Não é um processo fácil, ainda mais eu que sempre gosto de guardar coisas para pensar em usar depois.

Então essa coisa de listar apenas 100 itens para viver, não foi feito por mim. Pois sei que tenho muita coisa ainda e não gosto de pressão, tem que ser um processo legal não apenas para mim, mas para meu companheiro também.

Primeiro digitalizei todos os documentos que estavam em papel, apostilas, certificados e fotos. Separei livros para doar e vender. Já tem mais de 2 anos que não compro livros em papel, prefiro o digital, mas ainda ganho muito livro. Então hoje eu leio e passo adiante, enfim tem sido presente para meus familiares e amigos que gostam de uma boa leitura.

As roupas que já não usava mais também vendi ou doei. Algumas poucas peças, eu comecei a reciclar, criando novos usos ou customizando. Como as calças jeans do marido que estavam rasgadas e viraram lindas capas de almofadas no final do ano.

No início desse ano comecei a vender diversas coisas, como o carro, mesas e cadeiras do escritório. Tudo o que não foi usado nos últimos 12 meses estamos vendendo ou doando. O carro por exemplo me liberou a vaga na garagem que eu aluguei e me permite pagar uma conta fixa da casa.

Nossa meta é que todos os nossos objetos caibam em um apartamento de no máximo 30 m2. Queremos muito ir para um espaço menor com um pequeno quintal ou terraço para cultivarmos uma horta e curtir mais o sol.

Roupas e calçados estão sendo reduzidos ao máximo, se compramos um item obrigatoriamente precisamos nos desfazer de no mínimo a mesma quantidade de itens, ganhando espaço nos armários. Meus óculos de sol foram para meus sobrinhos, que curtiram muito no verão. Cada dia avançamos mais nesse estilo minimalista e essencialista de viver.

Os perfumes, que já mencionei aqui eu sou apaixonada. Pois bem, tem cerca de um ano que não compro nenhum. Estou terminando os que eu tenho, e sinceramente acho que ainda leva uns dois anos para acabar com a coleção… rsrs

Bolsas eu já tinha cerca de 3 anos que não comprava nenhuma, herdei algumas da minha sogra e as novas foram feitas por mim, de jeans e crochê.  Sim tudo o que posso estou reciclando e dando novos usos. Inclusive as alças de bolsas velhas eu reutilizei nas minhas criações.

Sapato esse ano comprei um, depois que joguei 2 fora, por não terem condições de uso mais. E outros 2 doei numa campanha aqui no condomínio. O bom disso é que descobrimos coisas que não usávamos a muito tempo, porque não víamos. Quando comecei a reorganizar, fui redescobrindo velhos itens que eu adorei colocar em uso.

Os computadores antigos  foram doados para os sobrinhos, que ficaram felizes de poderem usar nas aulas online, nesse momento do COVID-19.  Meu pai herdou o apoio do note que não era usado mais. Estou num momento em que penso duas vezes antes de comprar.

A cozinha e área de serviço também foram destralhadas, sim joguei muito pote de sorvete fora, mania do meu marido de guardar potes. Ele também ajudou muito doando mais de 6 bolsas de livros que não leria mais para o colégio onde estudou. E de DVDs e CDs foi doada uma bolsa já, os que ficaram foram colocados em cases.  Às vezes fico pensando como podia caber tanta coisa assim dentro de casa… ufa!

Até as compras de casa estão mudando, nossa preferência tem sido os produtos à granel nos empórios e feiras livres. Com isso reduzi o volume de embalagens e reciclei alguns vidros de outros produtos, dando uma nova cara.

Hoje mesmo geramos uma lista dos próximos itens que vamos anunciar para venda. E eu tenho uma lista de itens para reciclar e dar novos usos nos próximos meses. Prometo compartilhar a foto de alguns itens aqui depois.

Cada passo que damos em direção a esse objetivo de viver com o essencial, me sinto mais leve e tenho podido experimentar muita coisa boa. Percebo que a energia da casa também vem mudando. Ainda temos muitas coisas para nos desfazer, mas a cada passo é menos itens para limpar e mais tempo para fazer o que gostamos.

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s