Como você funciona?

Como você funciona? Fiquei pensando nisso algum tempo após fazer um curso em 2011 sobre gestão do tempo. Nesse treinamento eles falam que as pessoas dividem suas tarefas de acordo com o seu ciclo de energia. Nada de energia cósmica não, mas de pique para fazer suas atividades.

Nesse modelo temos três perfis bem conhecidos pela cronobiologia. São eles:

Os Matutinos – que preferem acordar cedo e ficam sonolentos por volta das 21 horas. Atingem o horário de pico da temperatura corporal (entre 17 e 18 horas), onde as atividades esportivas e intelectuais serão melhor desempenhadas.

Os Vespertinos – atingem o melhor desempenho por volta das 19 ou 20 horas. Preferem dormir tarde e tem dificuldades para acordar pela manhã.

Os Intermediários – são mais flexível a mudanças e estão entre os dois anteriores. A grande maioria da população se enquadra nesse tipo e conseguem se ajustar aos horários impostos mais facilmente do que os vespertinos e matutinos.

E se observarmos bem, tem gente que funciona melhor de manhã e outros a noite, não é verdade?  Com isso fiquei pensando nesses ciclos e vou compartilhar para você, como distribuir melhor suas atividades de acordo com eles. Você vai precisar descobrir o seu, mas vou compartilhar o mais comum dos ciclos que se encaixa bem com o que chamamos de horário comercial.

Então vamos ao ciclo e seus quatro períodos:

1- Manhã – período em que a maioria das pessoas apresenta mais energia para suas atividades. Estão alertas e produzem com mais rapidez assuntos complexos e difíceis.  Nesse caso se você percebe que esse é o momento de maior energia para você, deixe para tomar decisões de grande complexidade e desafiadoras nesse momento do dia.  É preciso se conhecer bem para definir o seu período de alta energia.

Se precisa fazer reuniões e conferências, escolha sempre o período da manhã para sua apresentação, pois seu entusiasmo será contagiante aos demais participantes. Análises de relatórios e informações que requerem atenção são atividades que precisam entrar nessa parte do dia em sua agenda.

2- Início da tarde – O nível de energia costuma cair um pouco logo depois do almoço, durante esse tempo evite assuntos complexos e tarefas mentalmente desafiadoras, que requeiram rapidez na tomada de decisão.  Esse momento do dia costuma ser ideal para consultas medicas ou dentistas, pois o seu nível de tolerância a dor aumenta. Então qualquer atividade que possa ser desconfortável, será mais fácil de ser tratada.

3- Final da tarde – Cálculos e resolução de problemas não são boas atividades para esse período. A maioria das pessoas deve evitar reuniões, bem como atividades que requeiram concentração e altos níveis de criatividade. Seja escrever artigos, preparar apresentações, discursos ou qualquer outra atividade que requeira uso da sua memória.

4- Noite – Seu nível de energia começa a subir, mas não como na parte da manhã. Esse é um bom momento para atividades rotineiras e repetitivas, que requeiram concentração, mas não habilidades analíticas. Foque em atividades como acompanhamento de status de projetos, entrada de dados, preenchimento de formulários e assinatura de documentos. Também é um excelente período para atividades físicas.

Como falei antes de mais nada você precisa se conhecer para saber seu horário de pico. Eu particularmente apesar de ser bem flexível quanto a agenda, se pudesse seria vespertina. Adoro escrever e criar coisas no final da tarde, quando a maioria não se sente muito criativa.

E você como funciona? Conta pra mim.

Deixe seu comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: